POP 016 - Realização de Pequenos Curativos

Realização de Pequenos Curativos



1. Objetivo: padronizar o procedimento de realização de pequenos curativos.

2. Áreas envolvidas: área de atenção farmacêutica.

3.Responsabilidades: é de responsabilidade do profissional farmacêutico a realização de pequenos curativos.

4.Material necessário: álcool 70%, atadura, esparadrapo e/ou micropore (conforme extensão da lesão), gazes, luvas cirúrgicas, pinça anatômica, soro fisiológico 0,9% e solução tópica prescrita.
5. Procedimentos:

a. Realizar a assepsia das mãos conforme POP 001 e calçar as luvas cirúrgicas.

b. Explicar ao cliente a finalidade do tratamento e como será realizado.

c. Preparar o ambiente de forma organizada.

d. Preparar o material esterilizado, colocando-o em um campo estéril.

e. Colocar o cliente em posição adequada e expor a região.

f. Retirar o curativo anterior, se houver; se estiver aderido à pele, molhar a gaze com solução salina estéril.

g. Com a mão enluvada, estéril, não contaminada, fazer a inspeção da lesão.

h. Desprezar a luva contaminada e colocar outro par estéril.

i. Pegar a pinça e a gaze elevando a extremidade a ser pega por baixo do pacote com as mãos limpas, evitando contaminação do material.

j. Limpar a lesão com S.F. 0,9%, da área menos contaminada para a mais contaminada. OBS.: Não cruzar o material nem conversar sobre a lesão durante o proce­dimento, usar os lados limpos da gaze. Fazer movimentos circulares na limpeza da ferida.

k. Ocluir o local conforme característica da lesão e solução tópica prescrita. Sempre que possível cobrir a ferida apenas com micropore após a utilização da solução tópica.

l. Desprezar as luvas usadas e o material contaminado (atadura, esparadrapo e/ou micropore e gazes) em recipiente adequado com símbolo e inscrição de resíduo biológico e a pinça utilizada em solução desinfetante por 30 minutos.

m. Lavar as mãos.

n. Anotar o procedimento em livro específico.

o. Entregar ao cliente a declaração de serviço farmacêutico realizado.

p. Realizar a desinfecção da bancada de trabalho com álcool 70% antes e depois de cada procedimento.

6. Referências Bibliográficas:

MOTTA, A. L. C. Normas, Rotinas e Técnicas de Enfermagem. 4. ed. São Paulo: Iátria, 2006.

Um comentário:

  1. é permitido a realização de curativos em farmácias e drogarias?

    ResponderExcluir