POP 014 - Aferição da Temperatura Corporal

Aferição da Temperatura Corporal


1. Objetivo: padronizar o procedimento de aferição da temperatura corporal.

2. Áreas envolvidas: área de atenção farmacêutica.

3.Responsabilidades: é de responsabilidade do profissional farmacêutico a medição da temperatura corporal.

4. Material necessário: alcohol swabs, luvas cirúrgicas e termômetro clínico digital.

5. Procedimentos:

a. Realizar a assepsia das mãos conforme POP 001 e calçar as luvas cirúrgicas.

b. Explicar o procedimento ao cliente.

c. Ligar o Termômetro Clínico Digital pressionando o botão Liga/Desliga localizado ao lado do visor de cristal líquido. Um curto sinal sonoro será ouvido indicando que o termômetro está ligado. O termômetro realiza então um pequeno teste de funcionamento. Se a temperatura ambiente for inferior a 32°C, aparecerão um «L» e um «°C» intermitentes, na parte superior direita do visor. O Termômetro Clínico Digital pode agora ser utilizado. OBS.: Durante a medição, a temperatura verificada aparece continuamente no visor e a letra «°C» aparece piscando.

d. Colocar o sensor do termômetro na região axilar do cliente, debaixo do braço, no centro da axila.

e. Aguardar o sinal sonoro que indica que a medição terminou.

f. Retirar o termômetro da axila do cliente e proceder a leitura da temperatura.

g. Se a temperatura axilar encontrar-se entre 35,5 ºC e 37 ºC, a temperatura é normal, entre 37 ºC e 37,5 ºC, a febre é baixa, entre 37,5 ºC e 38,5 ºC, febre moderada e acima de 38,5 ºC, febre alta. Se o cliente apresentar temperatura acima de 37 ºC, deve ser orientado a consultar um médico.

h. Para prolongar a vida da bateria, desligar o termômetro após cada utilização, pressionando ligeiramente o botão “Liga/Desliga”. Se não o fizer, o termômetro se desligará automaticamente passados 10 minutos.

i. Após cada uso o termômetro deverá ser desinfetado com alcohol swabs.

j. Depois de concluído o procedimento, descartar as luvas utilizadas em recipiente adequado com símbolo e inscrição de resíduo biológico.

k. Registrar o procedimento em livro específico.

l. Entregar ao cliente a declaração de serviço farmacêutico realizado.

6. Referências Bibliográficas:

1. Manual do Usuário Termômetro Clínico Digital G-Tech.

2. MOTTA, A. L. C. Normas, Rotinas e Técnicas de Enfermagem. 4. ed. São Paulo: Iátria, 2006.


Nenhum comentário:

Postar um comentário